Web Radio Nova Fraternidade

google_translate

Total de visualizações de página

ROLE A BARRA PARA VER TODAS AS PUBLICAÇÕES

ROLE A BARRA PARA VER TODAS AS PUBLICAÇÕES

Pesquisar este blog

Carregando...

Seguidores

Jornal

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O KARMA

O KARMA
Não é raro ouvir, no próprio meio espírita, a palavra Karma. Geralmente essa palavra é usada, erroneamente, por alguns espíritas para expor algo relacionado com a lei de Causa Efeito, essa sim, de fato, faz parte da doutrina.

Então para deixar as coisas um pouco mais claras e evitar equivocos, vamos ver logo em seguida o que é realmente o Karma e também o que o Espiritismo nos explica sobre a lei de Causa Efeito.



Karma:

Karma ou Carma é um termo usado principalmente nas religiões Budista e Hinduista, para expressar um conjunto de ações dos homens e suas consequências, baseado na ação e reação, onde uma ação executada pelo homem resulta em uma reação de igual proporção, bem no estilo pau a pau, pedra a pedra. Se pratica algo mal, vai acabar recebendo de volta o mesmo mal que provocou, para "pagar" a ação anterior. Nesse caso poderiamos dizer que o Karma também é dívida. O mesmo mecanismo funciona na pratica do bem, se o faz, recebera de volta algo positivo de igual intensidade ao praticado

.
A lei de Causa Efeito:
A principio, a lei de Causa Efeito apresentada no Espiritismo não se difere muito do que é exposto no Karma, pois também tem relação com a ação e reação dos atos, esse o motivo do pessoal acabar misturando as bolas. Mas há um ponto crucial que diferencia o Karma da lei de Causa Efeito, pois a lei de Causa Efeito leva em consideração o livre arbítrio do homem e consequentemente a possibilidade de mudar o rumo dos acontecimentos conforme suas escolhas, onde já não teriamos obrigatoriamente o olho por olho, dente por dente constantes no Karma.
Um bom exemplo é o de um homem que pratica uma ação negativa e posteriormente consegue mudar seu rumo praticando ações positivas, conseguindo assim minimizar a reação negativa que viria a ter, caso o Karma fosse aplicado, evidenciando, mais uma vez, o poder do bem e do amor em nossas vidas, como o Mestre sempre frisou.


http://www.luzdoespiritismo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog